Seja bem vindo ao nosso formigueiro!

Sinta-se a vontade para debater, opinar, conhecer coisas novas. Pois este é o nosso objetivo.

O que é o Blog?

Minha foto
As formigas trabalham todo o verão para que, no inverno tenham o que comer. Não é verdade? E elas conseguem isso porque trabalham em grupo, unidas, em fila como operários de uma fábrica. E é assim que queremos ver a cena do rock nacional. Bandas trabalhando juntas pelo mesmo objetivo. Por isso criamos o FORMIGUEIRO. É um coletivo de arte, que visa principalmente fortalecer a cena do rock independente, buscando a união entre os artistas,como a formigas fazem. Só assim, faremos a música ser auto-sustentável. Quando todos nós, de braços fortes, unirmos nossas forças. Seja uma formiga você também. Convoque sua banda ou fale para as banda que você conhece que existe um grupo de pessoas a fim de se unir e fazer acontecer. Venha fazer parte dessa história.

As novas pernas do rock!!

Rock de salto alto
                 Por David Arcaide

                       
      Você deve estar se perguntando, quem são essas gatas e o que fazem aqui? Eu explico.
São as meninas da The Rock Legs, nossas novas amigas e parceiras da cena underground.
Elas tem talento, carisma e naturalidade, tudo que uma banda precisa ter e, num país onde esse lugar 
é tomado por bandas predominantemente masculina, eis que surgem essas gurias, 
aparentemente sem pretenção nenhuma e que já estão dominando outros territórios pelo Brasil.
The Rock Legs é uma banda formada somente por garotas e que vem agitando a cena musical gaúcha desde 2008.
Com muita atitude e estilo Celeste, Letícia, Laly e Beta levam para os palcos o melhor do Rock de todos os tempos.
De Beatles a Oasis, de Credeence a Kings of Leon, passando por Blondie, Talking heads, Madonna Raul Seixas e muito mais, elas fazem a galera ir ao delirio,m sem nuca perder o charme feminino.
Suas composições próprias também têm destaque nos shows agitando o público com canções no estilo Rockabilly, blues e claro muito Rock n" Roll.
The Rock Legs é rock de salto alto!

A Rock Legs acaba de sair de estúdio e com muita felicidade anuncia mais duas músicas prontas para o CD demo que contém além de músicas próprias, alguns covers preferidos da banda. Em breve disponibilizaremos essas mais novas músicas da banda : Boa Oção e Rockabilly Boy com produção de Alex Cichoski conhecido por produzir grandes bandas do sul, como Wonkavision e Damn Laser Vampires.
O plano maior da Rock Legs para 2011 sem dúvida é a gravação do nosso primeiro disco que esta para a sair no segundo semestre do ano e junto com ele um vídeo clip da banda.
 E com todas certeza continuar tocando, muito...
             E nós do Formigueiro, fizemos uma entrevista bem bacana com as garotas, leia abaixo:

A banda está na estrada há bastante tempo. Como se conheceram?

O começo das bandas costuma ser bem confuso! Vamos tentar simplificar: a Beta (bateria) e a Laly (contrabaixo) são irmãs, então se conhecem desde sempre...
Todas nós costumávamos frequentar as festas de rock de Porto Alegre. Em uma destas festas a Beta e a Laly conheceram a Celeste e ela deu uma carona para as gurias. A Celeste começou a cantar dentro do carro e as gurias (que já faziam parte da banda) a convidaram para ir no ensaio no dia seguinte. Como o vocalista oficial não compareceu, a Celeste assumiu o cargo!
A Letícia conheceu a Beta e a Laly em um show e dois dias depois foi convidada a entrar na banda para tocar guitarra. Detalhe: a Letícia não tinha guitarra, nem tão pouco sabia tocar guitarra. Ela então comprou uma guitarra e foi ensaiar com a banda!



Sempre foi essa a formação da banda?

A banda nos primórdios se chamava Pão com Bahh e passaram algumas pessoas pela banda, porém, a formação "oficial" da banda foi Beta, Laly, Kássia (guitarra), Celeste. Com a entrada da Letícia nessa formação a banda só fez um ensaio, após isso a outra guitarrista, por motivos pessoais, resolveu sair. Isso foi no final de 2007.

Como surgiu a ideia do nome "The Rock Legs"?


Quando começamos a fazer vários shows e surgiu a possibilidade de tocarmos em SP, fomos tentar fazer o registro do nome da banda e coisa e tal. Descobrimos então que existia uma comitiva de pescadores de Canguçu chamada "Pão com Bahh" e houve conflito no momento do registro. Como costumavam dizer que éramos "as pernas do rock", resolvemos utilizar este slogan. Por sugestão do nosso produtor na época (Landau) adotamos o nome The Rock Legs.

Quais são as referências da The Rock Legs?
Cada uma da banda gosta de alguma coisa diferente e todas também têm gostos em comum. Essa mistura influência no repertório de covers e na sonoridade das composições próprias. Podemos citar alguns consensos da banda: Blondie, Sahara Hotnights, The Hives, Creedence, Oasis, Kings of Leon... ah, e Beatles!

Existe alguma banda, hoje, que vcs consideram influência ?
Talvez não como influência direta no som, mas a gente ouve e pensa: "Gostaríamos de ser assim!": Sahara Hotnights e Kings of Leon.

Vocês gravaram em 2008 um single com produção do cantor Landau. Como rolou o contato?
Ele estava produzindo um material no estúdio Navarro em Canoas (onde ensaiamos) e num churrasco ele ouviu nosso som no Myspace e disso que queria assistir a um show ou ensaio da banda. Por coincidência, na outra semana tínhamos os dois! Ele assistiu parte do ensaio e foi ao show. Após a apresentação ele disse que gostaria de produzir um som nosso para publicar no selo que estava lançando.
Alguns meses depois ele voltou à Canoas para gravar nosso primeiro single escolhido por ele: Rock Popular Gaúcho. Com esse contato conseguimos tocar em São Paulo, o que foi uma experiência fantástica para a banda!


Como vcs se vêem na cena independente?


Podemos dizer que somos mais uma muitas das bandas excluídas de POA, mas muito bem recebidas na região metropolitana e interior do estado (e fora dele). Ultimamente temos feitos diversos shows fora da capital com ótima resposta e presença do público. Claro que gostamos de tocar em Porto Alegre, mas muitas vezes o público não reage (fica com aquele ar blasè). Mas com certeza estamos conquistando nosso espaço aos poucos com muito charme e rock 'n' roll.


Sofrem muito preconceito por serem meninas num mundo predominantemente masculino?

Já foi pior... atualmente não nos importamos muito com os cometários antes do show. Costumam gritar: "Não precisam nem tocar, fiquem aí paradas!". Quando tocamos as pessoas vêem que não somos mais apenas rostinhos bonitos no rock! E a reação do público sempre muda durante e depois do show. Mas sempre rola a galera gritando: "Gostosa", "Casa comigo", etc. Mas levamos na boa...

Deixem uma dica pra bandas que estão começando, principalmente para as meninas que querem ter uma banda?


Toda banda que está começando tem que ensaiar muito. Muito mesmo! E nesse período inicial, onde geralmente tudo são flores, ninguém costuma se estressar com os outros integrantes, mas depois de um certo tempo de convivência (como em qualquer relacionamento) pode haver desgaste e consequentemente brigas. Por isso para a banda sobreviver e alcançar algo é preciso paciência! Muita paciência! E o mais importante, se você não é simplesmente um músico contratado, é preciso ser amigo do seu colega de banda e confiar nele, pois em cima do palco são vocês e mais ninguém.

Ficou curioso e quer conhecer o som dessas gatas?

Acessa aí:  myspace.com/therocklegs


e não me venha com bolodórios!!!



Seguidores

Loading...

Marcadores

Minha lista de blogs